Archive

Posts Tagged ‘mplayer’

Parando o gnome-screensaver durante uma reprodução de video


Imagine a cena. Você chega ancioso na frente do seu PC com um arquivo de video e logo chama o mplayer pra rodar ele. Na melhor parte, aquela que você não poderia perder,  justo aquela, aparece o Gnome screensaver!  A única coisa que você vê — ou ouve —  é o som que você não queria  para não perder a surpresa! Vai ter de ir P da vida até o PC, digitar a senha, voltar a cena..  Foi depois de passar um pouco de raiva com isso que resolvi dar um jeito na coisa…

Meu player preferido para ver videos é o mplayer e a solução principal que busquei foi pra ele.  Mas eu obtive duas soluções para esse problema. A primeira é específica do mplayer e a segunda você pode aplicar a qualquer outro programa que não forneça a opção de parar a proteção de tela.

A primeira e mais fácil é dar uma “cutucada” no gnome-screensaver  antes que seja ativado.  O comando responsável por isso é o

$ gnome-screensaver-command --poke

Essa opção permite simular alguma atividade no PC como se você estivesse na frente dele. No entanto, o comando precisa ser executado periodicamente para que o screensaver não seja ativado…

O mplayer tem a opção heartbeat-cmd que permite que uma determinado comando seja executado a cada 30 segundos via função system(). Essa função executa um determinado comando no shell. Assim, podemos fazer com que ele dê essas cutucadas no gnome-screensaver pra nós! Olha que beleza! Adicione a seguinte linha ao seu arquivo ~/.mplayer/config

heartbeat-cmd="gnome-screensaver-command --poke"

Ou então use essa opção diretamente na linha de comando para executar o arquivo meu_filme.avi (mas isso é falta de elegância e um tédio, que fique claro! :-))

$ mplayer -heartbeat-cmd "gnome-screensaver-command --poke" meu_filme.avi

Essa foi a primeira opção que me deparei e sim, resolve o problema. Mas pode surgir outro. Eu percebia que a cada 30 segundos o video que estava assistindo dava uma pequena travada e isso começou a incomodar. Pode ser que não ocorra com você, mas comigo não teve jeito. Acredito que seja por causa a pouco memória que estava usando. De qualquer maneira,  isso me levou ao plano B que achei mais foi mais adequado nessa situação: parar o gnome-screensaver, executar o video e depois fazer ele rodar de novo.  Na verdade, até acho mais inteligente essa alternativa do que ficar se “lembrando” a todo momento de cutucar o pobre coitado.

Assim, escrevi um pequeno script — stopgs.sh — que permite que isso seja feito. Ele funciona no Gnome ou no XFCE 4 (ambos usam gnome-screensaver) e o testei no Fedora 10, mas acredito que funcione em outra distro sem problemas.. Futuramente pretendo também incluir o KDE na jogada, mas todas as minhas tentativas de fazer funcionar no KDE falharam. Eu ainda não achei um jeito de controlar o screensaver do KDE. 😦

Como deixei o script muito bem comentado, vou dispensar a parte de explicar como proceder, deixando para os comentários que estão nele fazerem isso. Ele está disponível para download aqui.

Divirta-se! 🙂

Assistindo videos em formato rmvb no Fedora 8


Recentemente, tive a necessidade ver uma dos animes que mais gosto no Fedora 8: Os cavaleiros do Zodíaco, a Saga de Hades. Como sou fã desde quando ele ainda passava na extinta rede manchete (o canal 9, em São Paulo) e atual Rede TV! decidi obter os últimos capítulos da saga que ainda estavam faltando. O problema é que esses arquivos estavam no formato rmvb (real media variable bitrate) e quando tentei assistir ele no Fedora, a coisa não foi. A solução foi simples e mais tarde percebi que eu já possuía ela no meu PC. Vou ensinar aqui você a resolver isso e poder assistir ao videos no formato rmvb no Kaffeine, Totem (xine) e, claro, mplayer.Vamos matar três cobras com uma paulada só. 🙂

Resolver esse problema é extremamente simples. Todos eles são resolvidos com os codecs do mplayer. Por isso, baixe os todos os codecs do mplayer no site do projeto e depois descompacte o arquivo arquivo com o comando

$ tar xjvf all-20071007.tar.bz2

Um diretório chamado all-20071007 será criado. Vou supor que você descompactou esse arquivo dentro do seu diretório de usuário. Vou supor ainda que seu diretório de usuário se chama usuario. Substitua por seu nome de usuário quando necessário.

Entre no diretório /usr/lib/codecs como root e depois copie todos os arquivos da pasta all-20071007 para dentro dele:

# cd /usr/lib/codecs
# cp /home/usuario/all-20071007/* .

Perceba que eu coloquei um ponto (‘.’) no final do último comando. Não o ignore, ele está dizendo que os arquivos devem ser copiados para o diretório em que você se encontra, que no caso é /usr/lib/codecs.

Feito isso, precisamos criar alguns links que apontem para essa pasta porque alguns programas procuram pelos arquivos em outros lugares. Vamos lá, navegue até o diretório /usr/local/lib e crie dois links, um com o nome codecs e outro com o nome win32:

# cd /usr/local/lib
# ln -s /usr/lib/codecs codecs
# ln -s /usr/lib/codecs win32

E pronto! Isso deve resolver o seu problema com os videos em formato rmvb. Aliás, isso deve resolver o seu problema com qualquer formato que você encontrar pela frente. Se você já tinha instalado os codecs do mplayer, verifique se tinha inserido os links de maneira correta. 🙂

Categorias:fedora, Linux, Multimídia Tags:, ,